Arquivo da Categoria: Raizes

Poema “Prece Espiritual” por António de Cértima (1894 – 1983)

Prece Espiritual   Ardendo em dôr, em ambição constante, Em vivo em ânsias…febre de incerteza… Toca-me a fronte um êxtase olorante. Que me espiritualiza em Sonho e Reza.   Minh’alma é uma chama deslumbrante, – Chama ideal continuamente acesa. E … Continuar a ler

Publicado em Cultura, Espiritualidade, Poesia, Raizes | Etiquetas , , , , , , , , , | Publicar um comentário

In Memoriam: Maria Benilde Rodrigues dos Santos Carvalho Oliveira (10/09/1924 – 25/02/2018) – Paróquia de S. Simão da Mamarrosa em Luto.

In Memoriam: Maria Benilde Rodrigues dos Santos Carvalho Oliveira (10/09/1924 – 25/02/2018): Paróquia de S. Simão da Mamarrosa: [Apontamentos de Homilia]. As leituras da Palavra de Deus que foram proclamadas retiradas do Livro de Job (19,1.23-27a.) e do ensinamento das … Continuar a ler

Publicado em por | Etiquetas , , , , , , , , , | Publicar um comentário

«QUATRO» notícias locais… “o Local é também Global”

«QUATRO» notícias locais… (o nosso “local” é – também – “global”) que não abrem o “Telejornal” e seu “Rolo Compressor”, MAS, parafraseando, PAOLOASOLAN, “(…) viveremos intensamente esperando este tempo: que é sementeira e não de recolha”. Professando a Esperança Caminhamos … Continuar a ler

Publicado em por | Etiquetas , , , | Publicar um comentário

Vida inabitual de sal e luz: In memoriam: Pe. Dr. Manuel Augusto da Silva Frade.

Vida inabitual de sal e luz In memoriam: Pe. Dr. Manuel Augusto da Silva Frade:(Padre na diocese de Coimbra: nasceu 1934; ordenado 1959; morreu 2017); Professor no ISET, minha saudade de Coimbra (1990-1996), no rosto dos Mestres. [1.] Queremos viver … Continuar a ler

Publicado em por | Etiquetas , , , , , , , | Publicar um comentário

Sentir, Acreditar e Servir.

Sentir, Acreditar e Servir. O sentir – As forças não se renovam na necessidade sentida. O que sinto não é tudo o que vivo mas assume grande importância. Sentimentos arrefecem e aquecem no agir comunitário. Incapaz de congregar. Sentir a … Continuar a ler

Publicado em por | Etiquetas , , | Publicar um comentário

O natal em sinal das nossas contradições?!

O natal em sinal das nossas contradições?! Natal é “Falhar Melhor” – O amplexo da solidariedade inumana ao extremo da adversidade: -Que fizeste de teu Irmão? Uma criança que nasce “necessitada de tudo”. Falhamos todos os dias e todos os … Continuar a ler

Publicado em por | Etiquetas , , , , , , , , | Publicar um comentário

Sempre a discorrer: apontamentos quentes.

Sempre a discorrer: apontamentos quentes. 1. O ritmo é frenético e por vezes assume-se como caótico. Mas nas «coisas de Deus» e querendo fazer as «coisas de Deus» ao «modo de Deus». O ritmo do Tempo é espacial. Não assumimos … Continuar a ler

Publicado em por | Etiquetas , , , , , , , | Publicar um comentário