Arquivo da Categoria: Ensaio Biográfico

Arrumar “coisas e coisos” em atraso: 300 razões para.

Arrumar “coisas e coisos” em atraso: 300 razões para. Às vezes dou por mim arrumar “coisas e coisos” (diferenças diferenciadas no “género”, de quem faz… e sobre o que se faz…). E fico-me nostálgico – quanto tempo perdido… – e … Continuar a ler

Publicado em por | Etiquetas , , , , , | Publicar um comentário

Apelo à Confissão / Reconciliação… ou “Amar a Deus significa”.

Apelo à Confissão / Reconciliação… ou “Amar a Deus significa”.   “Nós vivemos uma cultura de impaciência”, Tomás Halík, in Quero Que Tu Sejas!, Ed. Paulinas, 2016, p.66.   Na “quaresma”, e não é só neste tempo favorável, como Cristãos … Continuar a ler

Publicado em por | Etiquetas , , | Publicar um comentário

As insuficiências

As insuficiências As insuficiências às vezes, com tendência irregular, mas em aumento progressivo, concentram-se no jogar à defesa e no levantar de «muros»; desperdiçar o tempo na procura das «pontes» necessárias. O viver de uniformidades mais do que da Unidade. … Continuar a ler

Publicado em por | Etiquetas , , , | Publicar um comentário

O natal em sinal das nossas contradições?!

O natal em sinal das nossas contradições?! Natal é “Falhar Melhor” – O amplexo da solidariedade inumana ao extremo da adversidade: -Que fizeste de teu Irmão? Uma criança que nasce “necessitada de tudo”. Falhamos todos os dias e todos os … Continuar a ler

Publicado em por | Etiquetas , , , , , , , , | Publicar um comentário

Não parar a misericórdia: incompleto.

Não parar a misericórdia: incompleto.   «Descanso como forma de trabalho? Trabalho como forma de descanso? Exactamente». – Michel Crépu.   Sentir a misericórdia – Como «tenho» e «sou» um Corpo, deveria – este deveria é existencial e não moral … Continuar a ler

Publicado em por | Etiquetas , , | Publicar um comentário

“O eterno Zaqueu: – São Zaqueu, rogai por mim!?”

“O eterno Zaqueu: – São Zaqueu, rogai por mim!?” «Paciência com os outros é Amor; Paciência consigo mesmo é Esperança; Paciência com Deus é Fé» – Adel Bestavros. – [Após as “homilias” do XXXI TC – Ano C] – 1.O … Continuar a ler

Publicado em por | Etiquetas , , , , | Publicar um comentário

Para onde vai o quotidiano viver?

Para onde vai o quotidiano viver? In memoriam Pe. Manuel Marques Dias (1928 – 2016): O Dom do Ministério de Padre Como Cristão. 1.Querer estudar, no olhar profundo e interior, o modo como “perco tempo”, no «fazer» cedências à “preguiça” … Continuar a ler

Publicado em por | Etiquetas , , | Publicar um comentário