Nos Atalhos da Misericórdia: o mistério e o dom, reunidos no serviço.

Nos Atalhos da Misericórdia: o mistério e o dom, reunidos no serviço.

Ao exemplar padre no tratamento médico; e para quem se sente/é destratado. A MÍNIMA PASTORAL da (A)GONIA: “Para todos os vivos há uma coisa certa: mais vale um cão vivo que um leão morto” (Eclesiastes, 9.4).

Ao terminar o dia/noite na (a)normalidade habitual, «hoje», por conselhos sábios, a segunda caminhada consecutiva, «hoje» apenas 40m, ontem 1h30m…(uma “distensão” só se cura com moderação: pároco da aldeia a caminhar na cidade!?); e amanhã, bem cedo em dia de sábado, quem saberá os “Passadiços do Paiva” (a 3ª vez em grupo…); outro padre a ajudar na missa mais cedo; no domingo à tarde, novamente outra caminhada: mais uma Procissão: não faltam oportunidades!!! Para caminhar. Não há soluções, há caminhos. Ao físico que comunga da proximidade pastoral, sempre em ritmo de programação/avaliação; e o pensar, que é rezar e o rezar, para mim, sinal significante do pensar sentido e com o Sentido. Fazer e desfazer 21 anos de sacerdócio: “Mistério e Dom”. Duas palavras densas e suficientes. Procura pensar e rezar os “padres que não são notícia, para contrapor às notícias dos padres que o são, pelas piores razões, nas manchetes dos jornais, nos noticiários das rádios e das televisões”.

Foi-me oferecido o livro… mais um bom livro. Publicado pela Aletheia que decidiu “confessar” onze presbíteros portugueses, reunindo os seus testemunhos num livro agora editado. Quando entrei a última vez na FNAC, lia quase de transversal, das onze narrativas, a confissão do padre que foi “meu condiscípulo”, no curso de Teologia, no Seminário Maior de Coimbra / I.S.E.T.; e vi e reli, os outros nomes e disse para comigo: “– Pode ser que alguém ofereça…”. Não comprei por questão de austeridade orçamental. “Os ‘confessados’ não só são de várias idades, entre os 28 e os 76 anos, como também de diversas proveniências sociais e eclesiais: predominam, como é lógico, os padres diocesanos, nomeadamente do patriarcado de Lisboa e das dioceses do Algarve, Coimbra e Lamego, em representação do sul, centro e norte do país, respectivamente. Também constam os testemunhos de outros sacerdotes seculares, como um presbítero do Caminho Neocatecumenal e um padre da prelatura do Opus Dei. Os restantes, são religiosos: dois jesuítas, um frade dominicano e um missionário claretiano”. Qualquer padre de qualquer ordem religiosa, condição carismática e exercício pastoral, poderia fazer parte do livro. “Por opção da editora, em vez de uma entrevista personalizada a cada um destes presbíteros, todos responderam, com total liberdade, ao mesmo questionário que, diga-se de passagem, não só aborda temas institucionais, como também questões do foro pessoal. Com efeito, para além de uma breve descrição do seu percurso vocacional, foi-lhes pedido que confessassem as suas crises de identidade, as suas alegrias e tristezas, as suas zangas e frustrações, os seus hobbys e amores …” O Padre Gonçalo Portocarrero de Almada (que venho a citar nas aspas anteriores: ver “https://observador.pt/opiniao/quando-os-padres-se-confessam/”, acesso, 13-07-2018) Regista no livro: “um insidioso pedido – “comente: ‘o traje não faz o monge’” – os onze, de uma forma ou outra, apontam a necessidade de um testemunho externo da condição sacerdotal. São os mais novos que são mais explícitos na afirmação dessa conveniência, que a geração anterior não levava tão a peito. De facto, enquanto o clero diocesano de mais idade geralmente traja à civil, os padres novos, nomeadamente no patriarcado de Lisboa, preza mais o hábito eclesiástico, que veste sem medo, nem vã ostentação”. O Prognóstico só no Fim do Jogo!? Também estou em Jogo?! Faço o trabalho de casa, mas ainda não treino o suficiente para os prolongamentos…

Padre para os cristãos e padre com os cristãos. Os que tem pastor, os que não têm e não o querem. «Sem impor nada e com propostas para tudo»: este é o paradoxo do Senhor da Messe. Padre sempre como cristão no primeiro e do último lugar. Estou e vou continuar aprender a ser “padre-pároco” até conseguir manter a Lucidez, o Serviço e a Fé encarnada, na Cruz/Páscoa. Por esta ordem direta e nos atalhos de misericórdia. Sobre a Cruz, de cada dia e noite, alguns pensam “na cruz com 18 toneladas, 7,5 metros de altura e 4,25 metros de envergadura (para concluir a Basílica da Sagrada Família, que foi projetada por Antoni Gaudí)“. Não é a Verdade Radical. Contudo, quem salva uma alma, salva também o mundo e a sua história: que adiante ao ser humano perder-se a Si Próprio. Isto é uma confissão que é profissão de fé. A preferência é para a “Quinta Oração Eucarística”, em qualquer versão, ou então, diariamente (com pressa ou sem ela) a “Número Três”. Que o Espírito Santo tome conta de mim, quando não dou conta dos casos. Fui consagrado na “gravidez” na duração do terço a Nossa Senhora de Fátima. Não é psicanalise é pastoral biográfica. Rezo por todos(as) os que me ajudam a ser padre e pelos que não contribuem tanto assim. Confessei-me de modo heterodoxo no fim dos Exercícios Espirituais e só resultará quando fizer o mês inteiro, talvez, na Vida Eterna! O dia 13 de Julho de 1997 está a ainda a começar outra vez, em Deus pelos Irmãos crentes e descrentes, tal como o ser padre “Eu-TU”; para deixar de ser padre “Eu-Isso”. Ámen/Aleluia, sem cantar que desafino baixo.

pedro josé, Bustos / Mamarrosa / Oliveira do Bairro / Palhaça, 13-07-2018. 5051

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Apontamentos, Confissões, Ensaio Biográfico, ENSAIOS, Paróquia da Mamarrosa (S. Simão), Paróquia de Bustos (S. Lourenço), Piadas com as etiquetas , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s