“Não se senta primeiro a…” – Reflexões: XXIII TC – Ano C (Lc 14,25-33)

“Não se senta primeiro a…”

 

XXIII TC – Ano C

Lucas 14, 33: «Quem de entre vós não renunciar a todos os seus bens,

não pode ser meu discípulo».

1.A feira dos afectos. A feira medieval e pré-medieval. A feira dos serviços. A feira dos livros. Até, a feira da ladra. E no plural, as feiras de verão. Quase tudo pode “ser ou não ser”, mas acontece “na” Feira. A vida entendida como «Feira». Estamos dentro da «Feira» dispostos a fazer um bom negócio. – Qual é o bom negócio? Porventura, aquele em que compramos pelo “preço certo” a resposta às necessidades básicas do nosso Viver Comum? No evangelho de hoje, estou convicto de que Jesus poderia muito bem ter pregado, qualquer coisa semelhante a «isto»:

“Quem de vós não acordou de manhã disposto a ir à Feira-da-terra, vender os seus produtos, e trazer de lá o que faz falta para a sua família. E não se sentou primeiro, a ver se seria capaz de revender tudo sozinho, ou não seria melhor falar com o Emílio e a Rosalina, vizinhos seus, para repartirem o custo do transporte, até à sede do concelho. No decorrer da feira não procurou enganar ninguém – nem de ninguém receber o engano – e se veio de lá com um “bom-pé-de-meia” mensal; com o Trabalho e o Suor do seu rosto recompensado. Somos tentados a acreditar em tudo o que nos dizem: É o que nos acontece?! Só nos acontece, verdadeiramente, com a luz de Deus”.

2.A desejada “almofada” financeira. A sonhada “janela” de oportunidade. A rezada “porta” da salvação. Meus Amigos (des)crentes, tudo passará pela Cruz-almofada; pela Janela-Crucificada; e pela Cruz-feita-Porta-Estreita. Não digas apenas: «É o investimento, estúpido»; mas aprende a viver: «É o pecado, estúpido»; ou melhor: «É a Graça, a Boa Nova do Reino dentro de Ti, como dom para os Irmãos». Onde uns se assustam na desigualdade e no ódio; outros procuram alianças na esperança e no serviço. Temos de nos separar de todos os projectos anti-evangélicos. Apressa-te lentamente.

3.Ninguém se iluda com o «SÓ POR ISSO». Só pelo dom de ter recebido o Baptismo: estou sentado à mesa do reino de Deus?! Para ser discípulo é preciso reflectir e agir com verdade, na base da maior clareza: “O laicismo significa o carácter não religioso do Estado. Por sua vez, a laicidade significa que o Estado é independente das Igrejas. Esta separação entre Estado e religião não significa, porém, indiferença, ignorância ou desconhecimento dos fenómenos religiosos. Um Estado laico não é necessariamente um Estado que faz da laicidade uma espécie de nova religião do Estado, uma “a-religião”. Por outro lado, a laicidade do Estado não implica a laicidade da Sociedade, nas suas diferentes, livres e responsáveis expressões” (António Bagão Félix, in Público, 03-09-16, p.55). Diante do Burkini, da Eutanásia, do IMI, dos Colégios Privados-Públicos e das Escolas Públicas-Privadas; do credo religioso e a-religioso (“O (novo) Templo Ecuménico Universalista”, em Miranda do Corvo, para breve…). A mais «nova» Santa da Igreja Católica Ecuménica, Madre Teresa de Calcutá, viveu as seguintes máximas de modo paradoxal: «Vem, sê a Minha luz»; «Levar alegria ao coração de Jesus que sofre»; «Não atrases mais. Não Me detenhas»; «Meu Deus, que dolorosa é esta dor desconhecida»; «Acabei por amar a escuridão»; «À disposição Dele»; «Deus usa o que é nada para mostrar a Sua grandeza» (cfr. “Vem sê a minha Luz – Os Escritos Privados da «Santa de Calcutá»”, Org. Brien Kolodiejchuck, MC, Edição Aletheia, Lisboa, 2008, pp. 393).

Pedro José, Gafanha Carmo/Encarnação/Nazaré, 03-09-2016, caracteres (incl. esp) 3413.
Anúncios
Esta entrada foi publicada em Apontamentos, Cultura, Espiritualidade, Incontinências, Notícias e política, Organizações, Saúde e bem-estar com as etiquetas , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s