«Atrás de Vocação, Vocação Vem» – Apontamentos: Ano B – II Dom TC

«Atrás de Vocação, Vocação Vem»

 

Apontamentos: Ano B – II Domingo Tempo Comum (19-01-2015).

 

 

1 Sam 3, 3b-10.19: «… Samuel dormia no tempo do Senhor, onde se encontrava a arca de Deus. (…) E Samuel respondeu: «Falai, Senhor, que o vosso servo escuta».

 

Jo 1, 35-42: «… vendo Jesus que passava, disse: «Eis o Cordeiro de Deus» (…) Disse-lhes Jesus: «Vinde ver».

I. Reflexão

«Atrás de Vocação, Vocação Vem»… «Atrás de Tempo, Tempo Vem», na paráfrase se nos permitirmos podemos sentenciar, também: «Atrás de Vocação, Vocação Vem». Eis a primeira leitura e o evangelho apresentados na envolvência do Ato de chamar e sentir-se chamado, pela escuta. A «Vocação», alargada na realização humana plena, inevitavelmente, datada e situada.

«Atrás de Vocação, Vocação Vem»… «Datada», porque Deus não chama fora do tempo. O chamamento de todos, santos e pecadores, traz sempre as marcas de uma época, geração. De uma época para outra, a maneira/o modo de chamar muda, o chamamento permanece. Nós se tivermos uma Fé embrionária ou comprometida…, se houver curiosidade…, impacto…, recursos normais ou anormais…, enxergaremos a questão do chamamento / vocação da mesma maneira que os nossos predecessores (?).

«Atrás de Vocação, Vocação Vem»… «Situada», pois o chamamento / vocação é o próprio Deus… nomeado por Heli a Samuel; por João Baptista aos seus discípulos; por Jesus a André; por André a seu irmão Simão; por Jesus, a Simão filho de João, que chamar-se-á Cefas. O chamamento / vocação dá Sentido de que não nos podemos isolar, estarmos desligados da família de sangue e cultura. Situada porque temos referências vitais.

«Atrás de Vocação, Vocação Vem»… Datas e situações. A complexidade e a simplicidade de se saber pessoa/ser: histórico. Estamos inscritos num tempo e espaço. Samuel dormia no templo… onde estava a arca de Deus. Este detalhe não pode ser descurado. Este pano de fundo… este contexto, digamos sagrado, até religioso: onde nos situamos hoje? Baptista e seus discípulos e o inevitável Jesus… no seu verdadeiro Evangelho (boa nova): Vinde Ver. Um espaço (onde morava e ficaram com ele) e um tempo (nesse dia, era por volta das quatro horas da tarde…): “o” pleno de solidariedade afectiva, social e cultural.

II. Oração

 

“Ó grande Espírito, o Teu sopro infunde vida

ao mundo inteiro e a cada ser do universo.

Tua voz se ouve no vento que assobia,

o Teu cheiro nas flores e na erva molhada.

Precisamos da Tua beleza e do Teu encanto,

dá a todos os seres que Te buscam, sabedoria,

dá-nos olhos capazes de Te perceber

no menor dos seres e a cada passo do dia.

Faz-nos descobrir-Te no calor de um dia fatigante

e no trabalho cotidiano que fazemos,

dá-nos a Tua capacidade de visão

para que possamos entender melhor o que vivemos.

Faz-nos estar em Tua presença com as mãos limpas,

e os olhos atentos para que, quando a vida adormecer,

como o poente, nosso ser mais íntimo de Ti se aproxime,

e sem temor, o nosso ser se funda ao Teu ser”.

 

 

FONTES: Cfr. GESCHÉ, Adolphe, Deus – Deus para pensar 3, Paulinas, São Paulo, 2004, pp.15-16; Cfr. SARAMAGO, José, O Evangelho segundo Jesus Cristo, Companhia de Bolso, São Paulo, 42006, p.198ss.;. Cfr. http://www.ihu.unisinos.br/espiritualidade/comentario-evangelho/500135-domingo-18-de-janeiro-evangelho-segundo-sao-joao-1-35-42, acesso: 16-01-2015. Obs. A oração encontra-se, com ligeira adaptação da nossa parte em determinados termos/expressões: em “Oração de um chefe indígena dos EUA”, http://pensador.uol.com.br/frase/OTk4OTQz/ Pedro José, CDJP, Gafanha da Nazaré/Encarnação/Carmo, 16-01-2015. Caracteres (incl. espaços): 2820.
Anúncios
Esta entrada foi publicada em Apontamentos, Espiritualidade, Mensagem com as etiquetas , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s