Ousar a normalidade crente – Apontamentos: Ano B – 2º Dom – Advento

Ousar a normalidade crente

 

Apontamentos: Ano B – 2º Dom – Advento

Isaías 40, 1-5.9-11: «Preparai o caminho do Senhor».

2Pedro 3, 8-14: «Esperamos os novos céus e a nova terra».

Marcos 1, 1-8: «Endireitai os caminhos do Senhor».

1. Reflexão

 

Ousar… Deus fala de novo no «silêncio» e na «desolação do exílio» (o «não-lugar» da Síria e afins…). Seria uma contradição Deus falar no silêncio e aos exilados? Não a entendemos. A primeira palavra que escutamos é: «Consolai». Amargo refúgio. Ousar o Deus que se mostra a fazer “coisas novas”, quando nada parecia possível e previsível. Tornar possível um novo começo para a Comunidade.

Ousar… reconhecer porque o “conhecer” já não é suficiente diante o excesso das aparências. Precisamos de um momento de paragem. A urgência da nossa conversão está nesse “reconhecimento do percursor”. O que é percursor na nossa vida individual e comunitária? Nas nossas singularidades e na História de que somos portadores?

Ousar… Alongar o Tempo para a Conversão. Estamos sem dar consciência disso corrompidos nos afetos, nos compromissos e nos valores. Não são subvenções, desvios graves, são as cedências e os abaixamentos, as forças inconsequentes que nos tornam impotentes.

 

Ousar… O começo é já abrupto. Professar para confessar. A nossa má memória produz ressentimentos. Essa memória é o esforço contrário e contraditório de João Baptista, e dos Profetas; ficarmos diante a memória de Deus que empreende o nosso Futuro. O Deserto também liberta.

Ousar… Recebemos o anúncio d’Aquele-que-há-de-vir. Tudo começa desta maneira tão singular. À maneira Dele e com Ele. O nosso compromisso com o Perdão. A mudança de vida implica uma troca de mentalidade, uma maneira nova de olhar o mundo, de nos relacionarmos. Ele está cada vez mais perto.

2. Oração

 

“Senhor Nosso Deus,

Ousamos pedir perdão pelos nossos defeitos e ofensas…

Ousamos pedir perdão pela nossa omissão no amar e no servir o Próximo…

Ousamos pedir perdão pela ausência de reconciliação sincera e verdadeira…”

Ao colocarmos a ponta da estrela com a palavra “OUSAR” queremos fazer o esforço de procurar a Reconciliação pela confissão sacramental, ao longo desta caminhada.

(Cfr. Gesto Comunidade/familiar: Diocese de Aveiro, Advento 2014).

 

FONTE: Cfr. http://www.diocese-aveiro.pt/v2/?p=12200, acesso: 29-11-2014.

Pedro José, CDJP, Gafanha da Nazaré/Encarnação/Carmo, 05-12-2014. Caracteres (incl. espaços): 1983.

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Apontamentos, Espiritualidade com as etiquetas , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s