“pensamentos roubados”


[7.]

Le Nouvel Observateur – Au fond, qu’est-ce que penser veut dire?

Slavoj Zizek – Souvenez-vous de la vieille histoire de l’ouvrier soupçonné de vol: chaque soir, en quittant l’usine, la brouette qu’il poussait devant lui était soigneusement examinée, mais les surveillants ne trouvaient rien, elle était toujours vide, jusqu’a ce que, enfim, ils comprennent: ce que l’ouvrier volait, e’était les brouettes… Le penseur est celui qui a fait cette observation, celui qui n’a pas oublié d’inclure au contenu la forme elle-même”.

Le Nouvel Observateur – Primeiramente, o que significa pensar?

Slavoj Zizek – Lembre-se da velha história do trabalhador suspeito de roubo: todas as noites, ao sair da fábrica, o carrinho de mão que ele transportava era cuidadosamente examinado, mas os guardas não encontravam nada, ele estava sempre vazio; até que um dia, eles compreendem: o que o trabalhador roubava, era precisamente os carrinhos de mão… O pensador é aquele que faz esta observação, é aquele que não esqueceu de incluir no conteúdo a sua própria forma”.

 

FONTE: In Le Nouvel Observateur – Hors-Série, nº57, Dez 2004/Jan 2005, p.53.Obs.: “-O meu francês faz-me sofrer!?”.

 

 

 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Apontamentos, Incontinências, Piadas com as etiquetas , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s