“Getsémani” por Bento XVI [6ª feira santa: tríduo pascal]

“Getsémani” por Bento XVI

[6ª feira santa: tríduo pascal]

[Sem chão debaixo dos pés; sem céu dentro da Alma; apenas Abismo de trevas]

  • disposição 0.- «(…) é precisamente assim que Deus Se torna manifesto naquilo que é: o Deus que, no abismo do seu amor, doando-Se a Si mesmo contrapõe a todas as forças do mal o verdadeiro poder do bem» (p.132)

  • disposição 1.– «A sonolência dos discípulos permanece, ao longo dos séculos, a ocasião favorável para o poder do mal. Esta sonolência é um entorpecimento da alma, que não se alarma com o poder do mal no mundo, com toda a injustiça e com todo o sofrimento que devastam a Terra. É um embotamento que prefere não se dar conta de tudo isso; tranquiliza-se com o pensamento de que tudo, no fundo, não é assim tão grave, podendo deste modo continuar a autocomprazer-se na sua própria vida saturada» (p.129)

  • disposição 2.– «Precisamente porque é o Filho, vê com extrema clareza toda a amplitude da maré imunda do mal, todo o poder da mentira e da soberba, toda a astúcia e a atrocidade do mal, que se apresenta com a máscara da vida mas serve continuamente a destruição do ser, a deturpação e o aniquilamento da vida. Precisamente porque é Filho, sente profundamente o horror, toda a imundície e perfídia que deve beber naquele «cálice» que Lhe está destinado – todo o poder do pecado e da morte. Ele tem de acolher tudo isso dentro de Si mesmo, para que n´Ele fique despojado de poder e superado» (pp.130-131)

disposição 4.

«Ali, Jesus experimentou a solidão extrema, toda a tribulação de ser homem.

Ali, o abismo do pecado e de todo o mal penetrou até ao fundo da sua alma.

Ali foi assaltado pela turvação da morte iminente.

Ali O beijou o traidor.

Ali todos os discípulos O abandonaram.

Ali Ele lutou também por mim» (p.126)

disposição (poema para-litúrgico) 5.

Oh Getsémani!

Agonia da nossa pequena liberdade!

Ali dentro do Getsémani, a minha não-inscrição:

é papel branco assinado com gotas de sangue!

Apólice vitalícia do perdão e da doação extremas…

…sempre por esta ordem amorosa:

no meu julgamento caótico!

Jesus Cristo: Abismo de Luz Pura!

Oremos, para que a nossa Liberdade:

seja o reflexo desta Intimidade Fiel a Deus!

Pedro José, Gafanhas da Nazaré e Encarnação, 29-03-2013.

 

FONTE: BENTO XVI: Jesus de Nazaré – Parte II:
Da Entrada em Jerusalém até à Ressurreição, Ed. Principia, Cascais,
2011 [Capítulo VI – p.123-138]. Transcreveu: Pedro José, 29-03-2013; (2027 car)
 
Advertisements
Esta entrada foi publicada em Entretenimento, Libertar a Teologia com as etiquetas , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s