Combate – poema Daniel Faria

Combate

Sei o tamanho do Verão

Pelo lugar que divide as mãos

E pelo subir sinuoso

Que mais e mais rompe as vestidos

Pelos golpes desferidos sei

O tamanho profundo das espadas

Autor: Daniel Faria, Poesia, Assírio & Alvim, Porto, 2012, p.427.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Não categorizado. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s