Páscoa: o fim é o princípio. [Mensagem Pascal]

 

Páscoa: o fim é o princípio.

 

            Na Cruz não há perfeição possível.     

          A Beleza é um Mistério. Também não há círculos de reencarnação. Pode haver explicações que se julgam boas. Mas a Ressurreição é uma explicitação; uma visão completa; não serve apenas a inteligência, serve para um Sentido de Justiça, para além do Absurdo. A Páscoa de Jesus de Nazaré, porque feita de história e humanidade fracassada, entre planos e dons, com trajectórias e algumas rupturas radicais, entranha-se no Silêncio dos inocentes, que finalmente são ouvidos.

          Somos Corpo e por isso somos Existência. Tempo e espaço. O Corpo encarnado encontrou o seu Destino. A nossa destinação é pascal. Nada melhor para a compreensão da Vida, que se revela cada dia frágil e nova, fragmentada, do que a Ressurreição da Carne de modo redimido, isto é, libertado (sem escravidões). 

            A Fé na Ressurreição contradiz o mundo moderno. A Ressurreição é a criação da harmonia trabalhada a partir do caos. Não é um acontecimento demonstrável; é Experiência de fé. Em tempos de alucinação consumista a Páscoa inscreve-se no realismo ecológico. A profecia de Paulo cumpre-se uma vez mais: «Se Cristo não ressuscitou, a vossa fé é ilusória; ainda viveis em vossos pecados […] somos os homens mais dignos de compaixão” (1 Cor 15, 17-19). A Esperança é incondicional.

            Esta travessia, do Redivivo feita na História, sem Poder, não é uma corrida com um ponto de partida e outro de chegada, mas um estado de espírito permanente: uma nova maneira de ser humano! Esta travessia é o desdobramento da essência da vida na luta histórica, na partida sem porto indicada em cartas náuticas, no desapego que transforma o mundo, na partilha dos bens com aqueles que os necessitam.

           Na Páscoa não há milagres: há a Vida como Deus sempre a quis!

           Somos feitos de Sonho, Cruz e Páscoa: reflexos de luz, sombra e ardor!

Pedro José, 23 de Abril 2011, Sábado Santo

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Mensagem. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s