Independência do Brasil: Vida (In)Comum e Günther Anders

 

 

 

vida (in) comum

 

      

Confissões a conta gotas.

São as melhores não há pressa.

Mulheres idosas e cheias de fervor e devoção.

Mais devoção que piedade.

Mas há muita fé dispersa e prática,

razão de sanidade no caos familiar.

Também um pai reconciliado com a sua filha única.

Mulher mais nova e linda, quase elegante,

arrumou a sua vida após 6 meses de abstinência.

Segredo de ‘confissão’: abertura de felicidade!

Jovem que sente falta de falar,

principalmente, ser ouvido. Dei-lhe o meu terço.

Depois a Velhinha que era parteira de vocação:

foi excelente em termos de antropologia cultural.

Muitos mais ‘casos e causos’.

Fim de noite, segunda noite da novena,

a recepção cordial ao novo bispo,

D. José Valdeci, é a história da salvação

que se faz rosto humano.

No privado a leitura contínua de "2666",

uma descoberta pessoal do Roberto

chileno, cidadão universal, não é mais uma leitura

mas é uma questão de literatura,

em estado bruto.

São apenas mais uns apontamentos estas linhas.

 

POR: Pedro José, Chapadinha, 07-09-10;

949 caracteres (com espaços incluídos).

 

 

 

***  ***   ***

 

Conto de Günther Anders (*)

 

 

      “O rei não via com bons olhos que seu filho, abandonando as estradas controladas, andasse pelos campos a fim de elaborar para si uma idéia do mundo; por isso, deu-lhe de presente carruagem e cavalos:

      “Agora, não tens mais necessidade de andar a pé”, foram as suas palavras.

       Agora, não mais te é permitido fazê-lo”, era o seu significado.

       “Agora, não podes mais fazê-lo”, foi o seu efeito”.

 

 

                                                       (*) FONTE: ANDERS, Günther, Die Antiquierheit des Menschen, v.I (…),
                                             Citado por: GALIMBERTI, Umberto, Os vícios capitais e os novos vícios, São Paulo, Paulus, 2004, p.88.
Anúncios
Esta entrada foi publicada em Apontamentos. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s