no mais saber-se indigente

 

 

 

no mais saber-se indigente

 

 

 

Quase sempre o horizonte da mudança. Na praça pública um ensinamento construído pela teologia. Foi durante a passeata anual em defesa da “cultura familiar”. O duelo da memória com as palavras. “…celebrar a assunção quer dizer: Temos o céu por limite; e não podemos ser indiferentes à terra”. Ficou-me a martelar no juízo próprio. Em Maria, a mãe e a discípula, temos a mudança permanente de forma incondicional. Mudar-se com a ajuda do Corpo. Eis a arte. Mudar de vida exige despojamento. Estou quase farto de despojamento, sinto-me no meio dos “calculismos”; reconheço o perigo do adiamento existencial. São várias as recusas estruturais que não pretendo retomar. Muitas vezes o Caminho é o mesmo, outras tantas o Novo se exige. Há que largar muita coisa. O “deixamento” bíblico… deixar hoje e amanhã. Ainda mais. Sempre mais. Eis o acinte que arde. Faz-me aderir às defesas, procurar suprir carências, evitar desgastes e feridas acumuladas. Abrir mão de lugares, atividades, pessoas, posições (onde fica a honestidade de pensamento?), e das leituras (tanto lixo e tão pouca erudição sapiente…). É tempo de assumir a pobreza interior. Quantas pobrezas eu escondo? No mais do “ter” sou cada vez mais indigente. Reconhecer que nada possuo. Sou apenas as relações, sem relativismo. É tempo de mergulho no desconhecido. Sou pobremente conhecido por mim mesmo. Mundo de pecados e vícios. Mundo de graças e virtudes a explorar. Dentro da piscina sem saber nadar!? Sem culpa. Sem vergonha. Querida e amarga liberdade. Sobretudo confiar que, o que vier, será “sempre” bom. Será Graça obediente em consciência. Menos tempo e mais história. É abandono e descoberta. Perder-se e encontrar-se. Até ao fim? Haverá fim terreno…

 

 

 

POR: Pedro José, Chapadinha, 16-08-2010.

1722 caracteres (com esp. incluídos) – 22h10.

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Apontamentos. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s