“O Cântico de Celina” por Teresinha de Jesus

 

O Cântico de Celina:

por Teresinha de Jesus(*)

 

[Estrofe 36]

Jesus, és Tu, o Cordeiro que eu amo

Tu me bastas, ó bem supremo!

Em Ti, tenho tudo, a terra e até o Céu

A Flor que eu colho, ó meu Rei

És Tu!…

 

[Estrofe 47]

Tenho o barco que foge da praia,

O rastro de ouro e a margem

Tenho do sol recortando as nuvens

Quando desaparecem dos Céus

Os raios.

 

 

(*) FONTE: St. TERESA do Menino JESUS, Obras Completas – Textos e Últimas Palavras, Edições Carmelo – Impressão e acabamento Gráfica de Coimbra, Marco de Canaveses, s.d., pp. 716 e 718 [Obs. Tradução portuguesa: Edições Carmelo, 1996 de Edições du Cerf e Desclée de Brouwer, 1992].

 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Poesia. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s