à entrada da compaixão: comentário Lc 23,1-49 – Domingos de Ramos (AnoC: 28-03-2010)

 

 

à entrada da compaixão

 

 

[Comentário: Domingo de Ramos – Ano – C: 28-03-2010]

 Dedico: Aos crucificados sem compaixão!

 

Ler: Lucas 23,1-49

 

(Disposição nº1)

 

Ler e meditar o belíssimo artigo de Ariel Alvarez VALDÉS – agora que está ainda mais livre de todas as “perseguições eclesiásticas”… – “Ao morrer Jesus foi insultado por dois ladrões?” in Revista Bíblica, ano 56/Março-Abril 2010, nº327, pp.51-56. O ‘Bom Ladrão’ é outras das notáveis ‘invenções estilísticas’ lucanas. “Enquanto Mateus e Marcos contam que também os dois ladrões crucificados com Jesus, um à sua direita e outro à sua esquerda, se burlavam dele (Mc 15,32; Mt 27,44), Lucas afirma que só um o insultava, ao passo que outro o defendia. E chegou, mesmo, a pedir-lhe: “Jesus, lembra-te de mim quando estiveres no teu Reino”, ao que Jesus respondeu: “Em verdade te digo: hoje estarás comigo no Paraíso” (Lc 23,39-43) (p.51).

Sobre o ‘modelo’ do “Bom Ladrão” (sem ironia e com cinismo…) temos, também, o modelo “arruda”; o modelo “sarney”, etc., pois sempre pela altura da ‘páscoa’ alguém será uma vez mais solto!? Um amigo meu que pensa criticamente, afirma: “…na política não há ética do bem comum; há quanto muito a ética do interesse privado” (I.C.). Haja prisão para ladrão de colarinho branco!

 

 

(Disposição nº2)

 

Registro o texto simples e direto: “Jesus foi aclamado como um homem enviado por Deus, um milagreiro, um possível libertador da opressão romana, o Messias. O povo cortou ramos de árvores, ramagens e folhas de palmeiras para saudá-lo e cobrir o chão onde passava. Com folhas de palmeiras nas mãos, o povo clamava “Rei dos Judeus”, “Hosana ao Filho de Davi”, “Bendito o que vem em nome do Senhor”, “Salve o Messias”. Detalhe histórico: ninguém tem a certeza que isso aconteceu num domingo”.

Isto e muito mais podemos encontrar em: EDUARDO de Miranda, Evaristo, Guia de Curiosidades Católicas: Causos, costumes, festanças e símbolos escondidos no seu calendário, Ed. Vozes, Petrópolis,2007, cfr. Nº 145, “Por que um Domingo de Ramos?”.

 

 

(Disposição nº3)

 

O texto do Prefácio “A paixão do Senhor”. Não consultei a versão oficial em latim, lamentavelmente a averiguação ficou suspensa. Mas a tradução, em português, reza assim: “Inocente, Jesus quis sofrer pelos pecadores. Santíssimo, quis ser condenado a morrer pelos criminosos”. Claro está que sublinho o “quis”. O velho e sábio dicionário “Aurélio” tem 23 entradas/saídas para “querer”. Em nenhuma encontrei explicitamente a idéia de “ACEITAR”… que no caso soa muito melhor para não termos do DEUS-de-JESUS, uma idéia-relação-prática deturpada e deturpadora, causa de infelicidade e sofrimento sem compaixão. Compaixão outra palavra belíssima e já por nós adulterada. Sem rigorismos excessivos opino que “Inocente, Jesus aceitou (em decorrência coerente de toda uma Vida e Uma Causa) sofrer pelos pecadores (mas queria afastar esse cálice…). Santíssimo, aceitou (em decorrência coerente de toda uma Vida e Uma Causa… poderia ter dado as costas e não seria um covarde; mas heróico jogador….) ser condenado a morrer pelos criminosos”.

Sem estas indisposições litúrgicas eu rezo bem melhor! Claro que todo o “querer é aceitar”… mas há uma diferença enorme no sair por aí na vida á procura disso… de forma doentia (até neurótica…) e uma postura de mente sadia, dar outro sentido histórico ao sofrimento e à necessária libertação da opressão… É aí que faço esta paragem alternativa.

 

 

 

“A eleição é a audácia do desejo” (Paul BEAUCHAMP) – Em tempo de “santa pedofilia (!?)” ironia caustica do Ano Sacerdotal. A atitude pessoal e institucional, – em meio mediático, sem regra e com muita “lama” no ventilador…- de Bento XVI revela inteligência, humildade e muita coragem. Iremos até ao fim da linha, sem confundir, sem ocultar, e sem mais “vitimizações”…etc. – Pedro José. [Ano Sacerdotal – Entre Aspas, nº14].

 

 

 

POR: Pedro José, Chapadinha, 28-03-2010. Caracteres (espaço incluídos): 3709.

 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Apontamentos. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s