Caminhada CF 2010 – Paróquia Nossa Senhora das Dores – CHAPADINHA – MA (21-03-2010)

 

 

Caminhada CF 2010

– Paróquia Nossa Senhora das Dores – (21-03-2010)

 

  

 

A Paróquia Nossa Senhora das Dores conforme programação do seu plano pastoral 2010, realizou uma vez mais a tradicional caminhada conclusiva do trabalho dos grupos de reflexão na comunidade/pastoral/rua/bairro sobre a Campanha da Fraternidade (este ano Ecumênica).

 

Ontem, dia de domingo, pelas 7h30, lenta e convictamente, com ajuda dum ‘sereno-precioso-quanto-refrescante’, teve início a organização de mais uma Caminhada Paroquial. A proficiência coube ao Pe. Casimiro dos Anjos- na ausência do pároco por motivo de tratamentos de saúde e averiguação de projetos pastorais em Portugal -, como coordenador geral, junto com os membros do Conselho Paroquial, que concretizaram mais uma manifestação pública formativa.

 

Foi possível ter o auxílio de dois carros de som comerciais; o talento de cantores e músicos, e com a participação de cerca de 2000 pessoas, que foram engrossando… talvez até 2500 ou um pouco mais… (Deus não ‘sabe nada’ de estatística e não ‘usa’ Ibope, nós humanos sim…), realizou-se mais uma significativa manifestação de Fé e Cidadania. Isto é afirmado quanto ao número, olhando à representatividade de todos os Bairros/Comunidades e, também, em ordem aos 3m15s de tempo gasto, pela pequena multidão, não compacta, para atravessar a rua principal que dá acesso ao nosso Mercado Municipal. Em dia de domingo parar o acesso ao Mercado: foi uma santa heresia!?

 

Durante as três paradas programadas, tomaram a palavra, primeiro, na ‘Nova Praça do Povo’, o Sr. Pirrita, que como um bom “vinho, envelhecendo apurado pelo tempo”, soube dizer o que precisávamos ouvir… Embora, noutros tempos as suas palavras já foram mais incisivas, contudo, quem sabe falar não perde nunca a Qualidade… Nota Positiva. Na segunda parada, tomou a palavra, o Sr. Sales, num discurso mais conciliador, apelando aos valores da Família, e quando o palavra é acompanhada pela ética pessoal, não podemos ignorar a interpelação forte… Nota Positiva. Por último, já no regresso á Matriz, tomou a palavra a Ir. Márcia, Missionária da Boa Nova, natural de Chapadinha, e contrariando ou não, que os profetas não fazem milagre quando ‘jogam’ em casa… Presenciamos e não esqueceremos a fala mais profética, denunciando a nossa omissão pública, tal como a inoperância da Administração Municipal, no caso particular da Saúde…“nem um lençol no hospital…”. Registramos esta intervenção como a que mais marcou pela Verdade e Justiça num pronunciamento em favor da Economia Solidária. Nota Muito Positiva!

 

Pelas 9h46m estávamos todos(as) – 70% são mulheres… – de regresso ao templo da Nossa Igreja Matriz, para a eucaristia prosseguir, a partir do rito do ofertório. O tema da caminha estava e estará dentro da consciência coletiva de um modo mais lúcido e engajado.

 

Após a celebração eucarística foram realizados, ainda, 11 batismos (com um sacramento para adulto) e dois casamentos. E no finzinho, cerca de 40 jovens realizaram o seu primeiro Rito de Catecumenato para o Batismo, em dia de Páscoa.

 

Houve falhas? Sim. Apontamos algumas pequenas e perfeitamente corrigíveis. Sublinhamos que a avaliação, trata-se de um trabalho de/nas bases, ainda que sumária, é bastante positiva. Destacamos o comparecimento da Polícia, lamentavelmente ausente no início da caminhada… mas já presente, quando saímos da “Nova Praça do Povo”, após a efetuação de um delicado telefonema-de-celular, ao Sr. Major, que em viagem, prontamente “corrigiu” a falta de “operacionalidade informativa”, junto dos seus comandados. Dois policiais e um carro patrulha ajudaram com eficiência até ao fim. A Segurança Pública ganhou de outra  “prática tipo T.Q.Q.!” Lamentamos – não podemos revelar nomes –  a partilha do dirigente do bairro perante a recusa duma professora em participar com o argumento: "…sou ‘concursada’ e posso ser mandada para o interior…". O medo de retaliações ainda impede o exercício da cidadania em pessoas com suposta formação. Imaginamos o restante "cidadão-povão".

 

Parágrafo único. Nenhuma das Autoridades – os ofícios foram devidamente encaminhados-, se fez presente. [Obs. O boletim “Vida Nova”, fez também divulgação com 15 dias de antecedência…].

 

ANEXO – 1: Com ajudas de credenciados blogueiros semi-profissionais (que nesta cidade também os há de valor e com ética…) vamos procurar ‘driblar’ as dificuldades técnicas para disponibilizar Fotos (amadoras) e Vídeos (amadores)… para a útil cobertura informativa. E que nós “repórter-por-um-dia” estamos tentando contribuir…

 

ANEXO – 2: Enquanto, o anexo 1. não é cumprido, divulgamos através deste pretenso “blogue alimentador” – diferentes do blogue tipo “sanssuga” (vulgarmente chamado ‘copy e past’…), do blogue “arco-iris” ou ainda, do blogue “puxa-saco” e haja resistência…- alguns apontamentos tipo “slogan”, para quem esteve impossibilitado de participar, que serviram de texto-base à reflexão feita e tornada pública, durante a Caminhada Paroquial.

 

“1) – Tema desta Campanha: “Vocês não podem servir a Deus a ao Dinheiro” (Mt. 6, 24).

2) – Lema : ECONOMIA E VIDA.

3) – Queremos dizer um NÃO ao deus Mamón, ao Ídolo do Dinheiro, ao ídolo da Ganância, ao ídolo da Cobiça.

4) – Queremos dizer um NÃO à ECONOMIA DA MORTE. Queremos A ECONOMIA PARA A VIDA.

5) – Não à ECONOMIA DA ‘MUTRETAGEM’, NÃO À ECONOMIA DO ‘ENGODO’, DA ‘ROUBALHEIRA’.

6) – O CONSELHO NACIONAL DAS IGREJAS CRISTÃS – CONIC – lançou a CAMPANHA NACIONAL DA FRATERENIDADE 2010 (CF 2010) que neste ano virou Ecumênica pela terceira vez.

AS IGREJAS QUE COMPÕEM O “CONIC” – CONSELHO NACIONAL DE IGREJAS CRISTÃS – , SÃO AS SEGUINTES: A Igreja Católica, a Igreja Anglicana do Brasil, a Igreja Luterana do Brasil, a Igreja Presbiteriana Unida do Brasil,e a Igreja Síria Ortodoxa  de Antioquia.

O ECUMENISMO BUSCA a União entre as Igrejas cristãs, que, juntas, defendem o ser humano, os direitos de todos, e principalmente, o direito à Vida.

7) – O OBJETIVO GERAL DA C.F.E. 2010, é “Colaborar na promoção de uma Economia a serviço da Vida fundamentada no ideal da cultura da paz, a partir do esforço conjunto das Igrejas Cristãs e das pessoas de boa vontade na construção do BEM COMUM, e de uma SOCIEDADE SEM EXCLUSÃO”.

8) – DENUNCIAMOS:

Primeiro: O Modelo econômico que visa o lucro como deus, não objetivando uma ECONOMIA INCLUSIVA; vale dizer, que não inclua nos seus objetivos os mais necessitados.

Segundo: CONCLAMAMOS para uma Educação que visa uma prática de Economia e Solidariedade que tenha a VIDA DE TODOS como o maior BEM. (denunciamos junto do Ministério Público, a presença de bares, aliciamento de menores por droga e outras práticas criminosas, na proximidade dos estabelecimentos de ensino, proibidos por Lei – consultar a matéria no “Estado do Maranhão – Suplemento Cidades, 21-03-2010, pp.1-2).

Terceiro: CONCLAMAMOS as Igrejas e a Sociedade para práticas sociais que objetivem em primeiro lugar a Prática da Justiça Social.

 

9) – COMO GRITO ESPECÍFICO, desta  CAMINHADA EM CHAPADINHA, QUEREMOS SER OUVIDOS NO SEGUINTE:

“ – NÃO QUEREMOS POEIRA,

QUEREMOS ESTRADA E RUA;

– NÃO SOMOS CAIXÃO, SOMOS GENTE;

– NÃO QUEREMOS BURACOS,

QUEREMOS ASFALTO;

– NÃO SOMOS TATÚ, SOMOS CIDADÃO;

– E NO INTERIOR NÃO QUEREMOS LAMA, QUEREMOS CAMINHOS,

NÓS NÃO SOMOS “PORCO”,

SOMOS ELEITORES E CIDADÃO”.

 

Fica o nosso pequeno contributo ao serviço informativo público com qualidade e isenção!

 

 

POR: Pedro José, Chapadinha, 22-03-2010.7286 caracteres (com espaços incluídos).

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Organizações. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s