D. Walmor Azevedo, Arcebispo de BH – Campanha Ficha Limpa (29-05-2009)

 

Cada pessoa é protagonista do movimento de superação das crises, diz arcebispo

Prelado convida a gestos concretos, como participar da Campanha Ficha Limpa

 

 

BELO HORIZONTE, quinta-feira, 29 de maio de 2009 (ZENIT.org).- O arcebispo de Belo Horizonte, Dom Walmor Oliveira de Azevedo, considera que cada um é chamado a ser protagonista na superação das crises por meio de gestos concretos, como a participação na Campanha Ficha Limpa, que busca a melhoria do padrão ético-político no Brasil.

A Igreja Católica e outras entidades empenham-se na coleta de 1.300.000 de assinaturas para a introdução de um Projeto de Lei de iniciativa popular que aperfeiçoa a Lei 9840, que combate a corrupção eleitoral.

O novo projeto configura os impedimentos legais para que não se candidatem ou governem aqueles que têm pendências na justiça, por improbidade administrativa ou razões morais e éticas comprometedoras na conduta.

Em artigo enviado hoje a Zenit, o arcebispo de Belo Horizonte explica que o “acerto do ritmo da vida do mundo atual não está garantido simplesmente com a superação da crise econômica”.

“Outras crises devem ser consideradas para clarear outras providências que precisam ser tomadas”, afirma.

Dom Walmor assinala que “as ciências antropológicas e afins estão analisando a evolução de uma crise generalizada que atinge planetariamente as ideologias, a política, a economia, a religião, a técnica, o humanismo”.

“As raízes da crise estão situadas dentro da pessoa, de cada pessoa. Isto torna o desafio ainda maior, mais complexo e mais urgente na busca de soluções. Trata-se da crise de identidade com ramificações que corroem o substrato sustentador da vida vivida com sentido profundo e assoreia a fonte mais genuína do sentido de viver.”

O arcebispo considera que cada pessoa “é protagonista deste movimento de superação das crises, movimentando segundo linhas de evolução ou involução”.

Segundo Dom Walmor, constata-se uma “apatia preocupante em se tratando de ações mais proativas por parte de cada pessoa no seu direito e dever de participar da construção de uma sociedade mais solidária e na luta por uma cultura da paz”.

Nesse contexto, o arcebispo chama a um gesto concreto na construção de uma sociedade mais justa: participar da campanha Ficha Limpa.

“O prazo está se esgotando. Basta uma assinatura e o número do título de eleitor. Muito pouco para uma grande conquista. Um bem para a sociedade”, recorda o arcebispo.

“É preciso sair da inércia, pois há o risco de não se conseguir, no prazo que está se esgotando, esta quantidade de assinaturas. É hora de reagir pela força sedutora de sonhar e realizar uma sociedade mais justa. Assine! Ainda é tempo”, convida Dom Walmor.

O formulário para participar da Campanha pode-se retirar em: http://www.lei9840.org.br/

 

 

FONTE: http://zenit.org/article-21719?l=portuguese,

acesso: 09-06-2009.

 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Notícias e política. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s