Espírito Santo, Deus Consolador.

 

 

ESPÍRITO SANTO, DEUS CONSOLADOR (*)

 

 

[Comentário: Dia de Pentecostes, Ano – B: 31-05-2009]

 

 

Ler: At 2,1-11; 1Cor 12,3b-7.12-13; Jo 20,19-23

 

 

Espírito Santo, Senhor nosso e Deus-Amor,

Sabedoria eterna e Atividade infinita,

Hóspede de nossas almas,

Vem a nós, visita-nos, eterno Deus-Amigo

Enche-nos de tua grande riqueza!

Sem o teu auxílio, caímos no desânimo,

“tentados a tomar o caminho de Emaús”.

Sem a tua força, fraquejamos na caminhada:

“abate-se sobre nós a escuridão”(Mc.15,33).

Sem os teus dons, tudo nos faltará:

“somos o barro e, tu, nosso oleiro” (Is.64,7).

Sem a Tua presença na nossa caminhada

Não convidaremos Cristo a ficar conosco,

Não O reconheceremos na fração do pão!

Toma as rédeas de nossa vida,

Rouba-nos as chaves do nosso interior,

Para nele dardes uma reparação!

És o vento que tudo movimenta,

O fogo purificador que consome nosso pecado!

A água viva que sacia nossa sede,

A luz que nos guia à verdade!

És a força e a doçura divinas,

A graça que repele o inimigo

O altíssimo dom que nos faz conhecer

Deus como Pai e nos dá o odor de Cristo!

És a paz que nos reconcilia,

És a chama que acende em nós a luz da fé

E antecipa a experiência do eterno futuro!

Renova nossa coragem esmorecida,

Fortalece nossos frágeis compromissos,

Dá vigor à nossa fé titubeante!

Enche nossa solidão desesperada!

Contigo o deserto vai florescer,

A terra árida tornar-se-á fecunda,

Nossos caminhos ficarão retos!

És a força criadora donde nasceu o ser humano.

Vieste sobre Adão e ele se tornou um ser vivo,

Descestes sobre a Virgem, na Encarnação,

E nEla ganhou vida o Redentor!

Sublime chama de vida e glória

Que animastes Jesus na Ressurreição,

Tornando-O “um Espírito que dá vida”!

Viestes aos Apóstolos em Pentecostes

E nasceu a una e santa Igreja!

Fecundas a água do Batismo

E renasce em nós uma nova vida!

Vens sobre o pão e vinho na Eucaristia,

Eles se tornam Corpo e Sangue de Jesus!

Virás sobre nós no fim dos tempos e

Darás vida a nossos corpos mortais!

És o eterno artífice do Universo,

Espírito que tudo renova e encanta,

Conselho de nossa Salvação,

Aliado e protetor nosso da parte de Deus,

Conselho de nossa Salvação,

Aliado e protetor nosso da parte de Deus,

Habilidoso médico em nossas enfermidades!

De Ti veio a gratuita escolha dos Patriarcas,

A sábia Palavra aos Profetas,

A decisão libertadora de Moisés,

As gloriosas vitórias dos Reis!

Construístes uma casa para o Filho,

No seio da Mãe Virgem!

Arrebatastes os apóstolos para a Missão,

Entusiasmas-nos no compromisso apostólico!

Interventor na Obra da Criação e da Redenção!

Criaste o homem na primeira Criação

E o fizestes cristão na segunda!

Em Cristo, guia supremo da obediência ao Pai,

Força corajosa na Sua oferta na Cruz,

Em línguas de fogo, do trono divino, descestes.

E nos dás eterna presença do Ressuscitado.

Sopro vital e odor de unção sagrada,

Embriaga-nos com o vinho da Tua graça,

Enche-nos com a sabedoria de Tua doutrina!

Gera harmonia em nosso interior,

Opera concórdia em nossas famílias!

Vem, Espírito Santo e derrama teus sete dons,

Inebria-nos com Tua doce presença,

Dá mais vigor à nossa fé,

Conduz-nos, com entusiasmo, para a Missão!

Advogado zeloso, ilumina nossas mentes,

Aquece nosso coração desinteressado

Repele para longe o inimigo,

Afasta a guerra e a corrupção,

Preserva-nos do fascínio do mal,

Facilita-nos a prática do bem,

Como o vento na vela ajuda o barco,

Eterna consolação de nossa vida!

Bálsamo em nossa amarga angústia !

Reza em nós e transforma-nos no Filho,

Faz-nos acolhedores do Pai e do Seu amor!

Consolador como uma mãe (Is.66,13)!

Defensor como um advogado(Jo.14,15)!

Manso como uma suave brisa (IRs.19,12),

Forte como vendaval que enfurece o mar (Ex.19,18-19),

Inesperado como a aragem que aparece

Sem se saber de onde vem e para onde vai!

Calor fecundo como o da ave que choca seus ovos(Gen.I,2),

Generoso como vento que transporta sementes

Duma flor para o cálice de outra flor

Ou as lança na terra que a fará germinar!

Amigo como um abraço que une os corações,

Rico como a graça que tudo pode (Ez.37,5),

Santificador que dá novo coração e

Incute espírito novo (Ez.36,26)

 

 

 

(*) FONTE: in Vida Nova – Boletim Formativo e Informativo das Paróquias de Chapadinha e Mata Roma // DIRETOR – Manuel Neves // DIRETOR-Adjunto – Pedro José; N°21 – 31/05/2009, p.4.

 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Espiritualidade. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s