Se o corpo soubesse – Benjamin González Buelta sj.

 

 

 

“Se o corpo soubesse”

 

[Comentário: III Dom da Quaresma. Ano – B: 15-03-2009]

 

Ler: Jo 2,13-25

 

 

 

Se o corpo soubesse

 

 

Se o corpo soubesse

quem Tu és!

 

 

Se a razão transmitisse

À escuridade da carne

Tua boa nova!

 

 

Se te abríssemos

As cinco portas

Dos sentidos,

Neste oceano teu

De aromas e sabores,

De brilhos, cantos e caricias

Onde vivemos mergulhados!

 

 

Se o sangue se tingisse

Da cor de teu encontro

E levasse esse fervor

Até a última célula

Pela estreita discrição

Do capilar mais diminuto!

 

 

Se as profundezas viscerais

Sincronizassem contigo

Suas pressas e suas pausas!

 

 

     Se desalojasses

Deste templo teu

Os mercadores que negociam

Nossas fomes e riquezas

No átrio sagrado,

Com o sussurro clandestino

Ou a obsessão publicitária.

 

Se nosso corpo

Soubesse,

E se fosse convertendo

Todo inteiro,

Aqui e agora

Em um gesto singelo

Do Infinito

Tão humano!

 

 

Autor: Benjamin González Buelta sj.

Chapadinha, 15-03-2009. Caracteres (espaço incluídos): 713.

 

 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Espiritualidade. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s