O que vem por aí ?

 

O que vem por aí?

 

Sou eu que venho? É uma “coisa” ou um “acontecimento”, aquilo que vem? Ou ainda é simplesmente algo abstrato e indefinido aquilo que vem? O que é vir por aí? O tempo verbal “vem” que significa? Receio que as nossas respostas não tenham fim. Nós seres humanos gostamos tanto de perguntar como de ignorar sobre aquilo que perguntamos. A nossa natureza é contraditória na sua Liberdade Radical. 391

 

 

 

O tempo passa e há a sensação que fugimos de nós. A não realização daquilo que somos chamados a ser, imensas vezes, nos deixa uma nódoa de amargura, com sabor indeterminado. Somos desse jeito e o que vem por aí será a confirmação daquilo que sempre fomos e não admitimos por arrogância ou ingenuidade. Haveria alternativa, haveria um remédio, haveria lugar a um sinal de luta, dentro de nós. 391

 

 

 

Amar o que vem por aí. Perdoar em nós um passado de culpas e sofrimentos impróprios. Viver o que vem por aí é antecipar um sim diante das frustrações sem esperança. Dar um adiantamento existencial. Por isso não podemos desperdiçar a nossa Alegria. Temos de insistir diante dos profetas da desgraça. As pessoas não suportam mais falsas expectativas. Por isso as nossas atitudes serão postas à prova. 398

 

 

 

O que vem por aí exigirá de nós uma resposta prática e mística. Não olhar aos custos materiais, quando os custos individuais e sociais, são inafiançáveis. Aprender a rezar sem pressa. Comer sem influência da publicidade. Dormir sem o drama das insônias. Ter tempo para o que vem aí. Observar que o que vem aí é o Avesso da humanidade. Esse é um contexto ainda inexplorado. Não ter medo do Medo. 394

 

 

 

Sobretudo, o que vem por aí, está na mudança de Atitudes. Não perder tempo com mentalidades desconexas. Não gostar de lixo sem reciclagem. Preservar a arte de ler, escrever e conversar. Dar à música a atmosfera do silêncio. Saber usar as diversas linguagens. Respeitar todas as razões. Ter a humildade de ser ensinado. Enfim, o que vem por aí já está a Caminho. A Esperança é um renascimento coletivo. 401

 

 

AUTOR: Pedro José, Chapadinha, 14-01-2009.

1975 caracteres (com espaços incluídos).

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Espiritualidade. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s