Nomes de Deus (Parte I)

 

Pílula Bíblica 05

 

Nomes de Deus (Parte I) “Os nomes de Deus que aparecem na Bíblia hebraica são os seguintes: YHWH, ‘Elyon, Elohim, El, Adonai, Shaddai.

 

1.YHWH

O tetragrama (denominado assim porque composto por quatro consoantes), na tradição hebraica pós-bíblica, é o nome próprio de Deus, traduzido pelos LXX como K’yrios, “Senhor”. Nas línguas modernas, traduz-se normalmente como “Senhor” nas traduções católicas e como “o Eterno” nas protestantes. Desde a época pré-cristã, o tetragrama não é pronunciado por causa da aplicação rigorosa do segundo (terceiro) mandamento, e é substituído na leitura por Adonai, “Senhor” (ver mais adiante). Para indicar esta leitura, após as consoantes YHWH foram colocadas as vogais de Adonai, o que, por ignorância de tal substituição, deu origem, no Renascimento, à pronúncia infundada de Jehowa, de onde surgiu “Jeová”. A leitura substitutiva de Adonai, fora do culto, é substituída, por sua vez, pelo termo ha-Shem, “o Nome”. Nos livros de oração, o tetragrama é geralmente indicado por dois yod (’’) ou pela consoante he seguida do apóstrofo (h’). Temos somente algumas transcrições daquela que deve ter sido a pronúncia original, feitas pelos Padres da Igreja.

Nas Escrituras hebraicas, YHWH foi a denominação divina mais frequente (aparece 5372 vezes e só se encontra no Cântico dos cânticos, Ester e Eclesiastes). No Pentateuco, caracteriza a tradição javista, J, e ocorre frequentemente na tradição eloísta, E; depois da revelação da sarça ardente (Ex 3,13-16), como também na sacerdotal, P, depois da revelação análoga de Ex 6, 2-3. Na tradição deuteronomista, D, não há uma revelação do nome, o qual aparece com muita frequência como alternativa ao nome de Elohim. Contam-se também 26 ocorrências da forma abreviada Yah. Do ponto de vista linguístico, YHWH foi, em sua origem, a terceira pessoa do singular, masculino, do imperfeito do verbo hyh-hwh, “ser”, na forma Qal, isto é, normal, com o significado de “ele existe”, “ele está”; ou então na forma Hifil, isto é, causativa, com o significado de “ele faz existir”. Mas é preciso ter presente o contexto de Ex 3, no qual a revelação do nome foi feita em uma declaração em primeira pessoa, ’ehyé ’asher ’ehyé, que pode ser traduzido como “eu sou/era/serei aquilo que sou/era/serei”. Desta declaração faz-se derivar o nome que na boca de Deus (Ex 3,14) está na primeira pessoa e na de Moisés aparece sempre na terceira pessoa. Naturalmente, por faltar no pensamento bíblico uma filosofia do ser propriamente dita, o sentido mais provável é o de “estar”: o Deus que está connosco. Menos provável é o sentido causal, que exigiria algumas correcções.

No antigo Oriente Próximo, semítico, formas como Yah são frequentes em nomes próprios, como é o caso de Yehoshua’ ou Yesha’yahu, “Deus salva” nomes “teofóricos”[1], traduzidos em português respectivamente como Josué e Isaías. Como nome próprio da divindade, todavia, o Tetragrama constitui uma particularidade exclusivamente hebraica.

Somente nos livros históricos e proféticos (e mais oito vezes nos Salmos), com um total de 268 ocorrências, o Tetragrama aparece na expressão YHWH tzeva’ot (na Vulgata Dominus Sabaot ), “Deus dos exércitos”. Em sua origem, estes “exércitos” provavelmente indicavam regimentos de divindades menores. Explica-se assim a ausência da expressão no Pentateuco e nos livros sapienciais, caracterizados mais fortemente pela ideia monoteísta.

 

2.‘Elyon

’Elyon é por vezes precedido por YHWH, por Elohim ou, mais raramente, por El, como também sozinho, num total de 31 vezes. Trata-se de um termo de origem cananeía, como significado de “elevado”, “altíssimo”, podendo ser um nome divino ou um atributo, como é o caso da expressão El ‘eliyon, com a intenção de afirmar a superioridade de El sobre todos os outros deuses. Em Gn 14,17-20, El ‘eliyon é o Deus de Melquisedec”.

 

 

FONTE: AAVV, Vademecum para o estudo da Bíblia – Associação Laical de Cultura Bíblica, Edições Paulinas, São Paulo, 2000, pp.277-78 e 280. Obs. A ordem de apresentação, dos «nomes» de Deus, nesta obra, foi alterada por nós por razões de gestão do espaço

no blog: o que pode “ferir” a sua importância.

Caracteres (espaço incluídos): 3820 – 17:08


[1] Isto é, nome de pessoas que contêm um nome divino, com o objectivo de garantir ao indivíduo a proteção de Deus (N.T.).

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Pílula Bíblica. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s