Bento XVI e a utopia Brasil -sobre a VISITA do Papa

 

 

“Bento XVI e a utopia Brasil” – resumo de artigo

 

Leonardo Boff

* Teólogo. Membro da Comissão da Carta da Terra

 

“Dentro de pouco estará no Brasil o Papa Bento XVI. Todos estão ansiosos pela mensagem que nos irá trazer. Sabemos que todo o ponto de vista é a vista de um ponto, mesmo por mais oficial que este seja. Ele permite a visão de certas realidades, mas, também encobre outras, pela própria natureza do ponto de vista.

Normalmente predomina no Vaticano o ponto de vista institucional. Neste, ganha centralidade o poder sagrado, a disciplina e a ordem, necessárias a um organismo mundial como é a Igreja Católica romana. E junto vem a obediência e a vontade de adesão cordial. Mas vigora também o lado da comunidade cristã e a vida concreta dos fiéis. Aqui se crê no dinamismo intrínseco dos processos orgânicos nos quais surgem desafios que demandam respostas por parte da fé. Estas pressupõem liberdade e criatividade para sejam adequadas e também contemporâneas. Trata-se, portanto, de um processo que vai além da lógica da disciplina e da ordem. Poderá Bento XVI assumir os dois pontos de vista e produzir um discurso de sabedoria?

(…) Se das muitas palavras que o Papa nos disser, reforçar esta que nos vem de um mestre, marxista e ateu ético Oscar Niemeyer, o criador de Brasília, estaríamos mais que atendidos: "o fundamental é reconhecer que a vida é injusta e só de mãos dadas, como irmãos e irmãs, podemos vivê-la melhor". Estas palavras resumem a mensagem de amor de Jesus. Fazemos nossas as palavras de outro mestre também marxista e ateu ético, Darcy Ribeiro, nosso maior antropólogo, por ocasião da vinda de João Paulo II ao Brasil: "Venha a nós, Pastor das Gentes, para juntos construirmos o singelo paraíso em que todos comam todo dia, morem decentemente, estudem o primário completo, sejam tratados nas dores maiores, tenham um emprego permanente, por humilde que seja e não morram no desamparo na velhice. Ouça, Santo Padre, o clamor do povo que o aclama. Bendiga, esta católica cristandade neolatina de ultramar, vestida das carnes morenas de negros e de índios. É o Povo de Deus que só pede a utopia: o singelo paraíso terrenal do Espírito Santo".

 

AUTOR e FONTE: BOFF, Leonardo, “Bento XVI e a utopia Brasil” in http://www.adital.com.br/site/noticia.asp?lang=PT&cod=27388, acesso: 04-05-07. OBS. O artigo foi resumido por nossa responsabilidade, a leitura na íntegra pode ser feita no endereço indicado.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Notícias e política. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s