Criação de camarão em cativeiro

 
 

 

 

A carcinicultura(*)

 

 

“Uma das atividades que mais demanda água é a carcinicultura, ou seja, criação de camarão em cativeiro. Essa atividade tem tomado conta do litoral brasileiro, particularmente no Nordeste, seguindo um modelo que veio de fora, de países da Ásia e da América do Sul (Equador) e que já havia apresentado sérios problemas na origem. Produz grandes lucros com a exportação, mas o questionamento sobre sua sustentabilidade é inevitável. Segundo dados da ONU, para se criar um quilo de camarão em cativeiro são necessários de 50 mil a 60 mil litros de água. Considerando-se que, pela Agenda 21 da Água, uma pessoa precisa em média de 40 litros para satisfazer suas necessidades básicas, então a criação de um quilo de camarão em cativeiro demanda água suficiente para satisfazer as necessidades básicas de três pessoas durante um ano. Portanto, mesmo levando em consideração seu potencial exportador, essa atividade constitui uma flagrante violação do direito humano à água – inclusive em contradição com a Lei Brasileira de Recursos Hídricos -, particularmente no Nordeste”.

 

 

(*) FONTE: MALVEZZI, Roberto, Semi-Árido: Uma visão holística, CONFEA, Brasília, 2007, p.97. Chapadinha, 17-07-08; 1067 caracteres (com espaços incluídos).

 

 

About these ads
Esta entrada foi publicada em Comidas e bebidas. ligação permanente.

2 respostas a Criação de camarão em cativeiro

  1. Roberto diz:

    Quanta mentira!
    A ONU mal cuida das questões sobre a fome e a miséria no mundo, e quer dar palpite errado sobre dados tecnicos de carcinicultura.
    Sera que a água que é criado 1 kilo de camarão é jogada fora depois da pesca?
    Claro que nao!
    Essa mesma água é usada por muitos anos e pra varias engordas.
    Querem prejudicar o Brasil! Mais não vamos abrir mão de um potencial que o Brasil esta começando a olhar com mais carinho. Se o Brasil investir firme na carcinicultura, logo seremos o um dos maiores produtores do mundo.
    O Brasil é um país invejado pelas nossas riquezas naturais…
    AME O BRASIL!

    • cefas1972 diz:

      Quanta verdade, também!
      Só interessa a parte técnica… “dados técnicos”!? Onde está a contra argumentação cientifica supostamente
      exigida no comércio e na sustentação/preservação do ambiente e não mentira presente do texto.
      Há duas verdades? Qual é a verdade fundamental sobre carcinicultura (soja, bio-disel, minerais, água, cana de acuçar…etc)?
      Procuro saber que num mundo globalizado (e não esqueçer por interesses só técnicos): “A idade da pedra não acabou por falta de pedra!”
      Amo, também, o Brasil!
      Muito obrigado pelo seu comentário: ainda há quem pensa que ler é bom para pensar e agir melhor!

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s